ERIC LEITE
MINHAS PROFUNDAS CONFISSÕES
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos PerfilPerfil ContatoContato


AUSÊNCIA

É difícil conviver com aquela sensação de que de repente tudo pode desmoronar
eu estou lutando e quando se está lutando 'ser atingido' se torna uma possibilidade
armo os meus canhões,fico na defensiva esperando alguém me atacar
me escondo atrás das minhas fortalezas me privando da minha própria liberdade

Por medo de me ferir,de me iludir cavo um buraco de emoções então eu me enterro
não sei se vale a pena mesmo com tanta proteção ás vezes sinto que estou enfraquecendo
sempre acho que estarei seguro sendo sólido como um castelo de ferro
mas quando a solidão me visita e a realidade queima tenho a impressão que minhas paredes estão derretendo

Eu não quero me arriscar não quero 'confiar' algumas pessoas não querem amar,mas apenas alguém para abastecê-las
você será valioso como 'um relógio caro' em seus pulsos desde que você ás favoreça
por isso criei a minha própria amplidão e estou á preechendo com minhas próprias estrelas
mas está tudo tão pesado pra sustentar sozinho que temo a qualquer momento esse céu cair sobre a minha cabeça

Eu estou cansado de viver histórias me apego aos começos,mas nunca estou preparado para os finais
por isso resolvi me fechar e cuidar apenas de mim mesmo o amor ás vezes pode ser ilusão ao avesso
cuido do meu corpo,cuido da minha aparência e estética,mas estou me tornado físico demais!
sólido como um monumento bem cuidado,mas vazio como uma simples escultura de gesso
Eric Leite
Enviado por Eric Leite em 16/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários