ERIC LEITE
MINHAS PROFUNDAS CONFISSÕES
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos PerfilPerfil ContatoContato


SUJEIRA INTERIOR

Eu carrego uma alma solitária eu vivo em um mundo solitário
um mundo apertado,limitado que quem chega acaba indo embora
como um peixe malcuidado vivendo na água suja de um pequeno aquário
sujeira que embaçou o vidro olho ao meu redor e tudo parece sujo é a visão que tenho agora

Nunca tive medo de ficar sozinho,nunca tive medo de dormir na escuridão
nunca esperei por ninguém bater na minha porta oferecendo ajuda, minhas janelas sempre foram tocadas apenas pelos ventos
o que a maioria das pessoas sentem não é medo da solidão
e sim medo de ficar sozinhas com seus próprios monstros e asós com os seus próprios tormentos

Eu crio monstros que apenas os olhos de Deus podem ver,não confio em pessoas e não preciso de um confessionário
não tenho medo das minhas feras interiores elas regam as flores da minha existência
eu guardo pensamentos afiados como instrumentos de tortura escondidos nas gavetas de um armário
a vida me ensinou a forjar armas para me defender, essa é a realidade, é uma lei de sobrevivência

Um mundo solitário e sujo,mas porque eu o sujei com minhas próprias emoções
e se acabei 'malcuidado' é pelo fato de eu ter tentado obrigar Deus e o mundo a defender as minhas falsas teses
só sozinho parei de culpar as pessoas por águas que estavam sendo sujas pelas minhas próprias palavras e ações
agora sou um peixe dentro de um pequeno aquário tendo que nadar  no meio das suas próprias fezes

Eric Leite
Enviado por Eric Leite em 01/12/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários