ERIC LEITE
MINHAS PROFUNDAS CONFISSÕES
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos PerfilPerfil ContatoContato



FLORESTA DE CACTOS

Eu fui além do que os meus olhos podiam ver e mesmo olhando para os seus espinhos eu te enxerguei como um abrigo
não tive a visão que eu esperava e a proteção que imaginava mesmo assim você me agraciou com dias felizes
eu sabia dos riscos,mas eu queria conhecer seu interior por isso segui ignorando todas as placas que me alertavam do perigo
e hoje descobri que o meu sentimento não mudou em nada mesmo quando hoje passei as mãos sobre as minhas cicatrizes

Olhei para as suas nuvens enegrecidas e fantasiei sonhos,suas tempestades nem pareciam tão ameaçadoras
eu me encantei com seus detalhes mais simples olhando para o alto dos seus cactos eu pude ver pequenas flores
eu senti a luz do seu olhar transpassando os seus raios suas sombras pareciam até acolhedoras
tocando os seus espinhos comecei a sangrar mais os momentos bons compensavam as dores

Eu fui além do que os meus olhos podiam ver e mesmo olhando para os seus espinhos eu te enxerguei como um abrigo
conduzido pelo desejo impetuoso de querer conhecer seu interior me apaixonei enxergando vida nas suas mínimas cores
e hoje quando te encontrei depois de tanto tempo percebi que tudo em você mudou e vi que valeu a pena ignorar suas placas de perigo
e ir quebrando os seus espinhos na medida que eu ia tentando escalar os seus cactos para regar as suas pequenas flores
Eric Leite
Enviado por Eric Leite em 21/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários