ERIC LEITE
MINHAS PROFUNDAS CONFISSÕES
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos PerfilPerfil ContatoContato


AVIÕES DE PAPEL


Nós subimos como dois aviões de papel
e quando chegou a nossa queda fomos separados pela primeira chuva que caiu
então me lembrei do dia em que nos prometemos que sempre estaríamos juntos no mesmo céu
e como dois papéis na água toda a nossa história com aquela promessa se diluiu

Fomos felizes sim! mas só enquanto voávamos,enquanto estávamos subindo
se eu soubesse que tudo seria tão rápido eu teria vivido com mais intensidade cada momento
me lembro de quando pegou na minha mão e eu olhei nos seus olhos,estávamos caindo
e eu vi todo aquele amor que você dizia sentir escapando pelo seu olhar e se desfazendo no vento

Arrancamos duas páginas das nossas almas e subimos como dois aviões de papel
escrevendo uma história de amor cheia de expectativas,mas sem testemunhos
investimos muitos sentimentos e pagamos um alto preço,talvez não teria sido tão cruel
se antes tivéssemos descoberto que nossas almas estavam apenas escrevendo 'rascunhos'
Eric Leite
Enviado por Eric Leite em 17/11/2018
Alterado em 18/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários