ERIC LEITE
MINHAS PROFUNDAS CONFISSÕES
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos PerfilPerfil ContatoContato

AFAGOS DA ESCURIDÃO

Minha alma está escondida dentro de uma sala escura
se você abrir a porta vai enxergar apenas escuridão e não poderá tocá-la
ali ela depende apenas dela, ali ela se sente em paz e segura
onde a luz com seus anjos mentirosos não poderão mais enganá-la

Eu abasteci meus celeiros com abraços e afagos que depois me viraram ás costas
Deus me cercou com estrelas,mas o brilho das mesmas se apagou num momento
minha alma caminhou pelas ruas com suas feridas expostas
nem a luz nem um dos seguidores se ofereceu para estancar meu sangramento

Me transformei numa pedra de gelo e derretendo me tornei 'nada'
não quero me formar de novo,não quero ser palpável, ficar sem luz me ajudou a perder o medo da escuridão
e aqui no escuro minha alma não sente mais necessidade de ser curada ou enxergada
não corre mais atrás de mesas fartas ou banquetes basta um copo d'água e um pedaço de pão

Minha alma está dentro de uma sala escura
onde não há velas que se apagam com sopros,nem lustres que carregam apenas beleza e nem luz que depende de pureza para me fazer de morada
aqui ela depende apenas dela,aqui ela sente paz ela se sente segura
onde a escuridão não á faz sonhar ou acreditar no fim não há dor ou ferida alguma para ser curada
Eric Leite
Enviado por Eric Leite em 04/11/2018
Alterado em 04/11/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários