ERIC LEITE
MINHAS PROFUNDAS CONFISSÕES
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos PerfilPerfil ContatoContato


PEDAÇO DE MADEIRA

Seu amor foi como um pedaço de madeira que encontrei boiando no mar
cansado de nadar me agarrei á ele no desespero de sobreviver
agora você era a única coisa que me impedia de afundar
então depositei no seu amor todo o meu desejo de viver

Mas comecei a notar que o pedaço de madeira não era grande o suficiente
logo não suportaria mais o meu peso e juntos afundaríamos
sim! seu amor era pequeno demais para que dele eu continuasse sendo dependente
não aguentaria o peso dos meus defeitos e problemas que mais á frente enfrentaríamos

Eu precisava me amar mais! então te abandonei nas ondas e segui nadando
sem confiar numa salvação duvidosa,sem confiar em sentimentos incertos
e depois de muito procurar e o mar da solidão enfrentar terra firme acabei encontrando
onde fui acolhido por um coração verdadeiro que me acolheu de braços abertos

Continuar acreditando em algo tão fraco era estultície
e se eu não tivesse te largado? será que seu amor tão pequeno teria salvado o meu coração?
teríamos afundado e eu morreria afogado,mas você voltaria para a superfície
boiando como um pedaço de madeira á espera de outra alma desesperada em um naufrágio de solidão
Eric Leite
Enviado por Eric Leite em 26/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários