ERIC LEITE
MINHAS PROFUNDAS CONFISSÕES
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos PerfilPerfil ContatoContato

CULPA

Estou aqui refugiado em uma coberta
pensando em promessas que não cumpri,na facilidade que tive para mentir
palavras vazias que deixaram minha mente desérta
invadi o coração de um anjo belo só para usurpar o seu sorrir

Estou aqui trancado no quarto como um covarde
ele aqueceu minha alma e na primeira oportunidade o abandonei no frio
vozes de culpa sussurram que já é tarde
o arrependimento agora cai como uma tempestade agitando minha consciência como um mar bravio

Eu toquei em seu corpo usufrui do seu calor
minha alma fez juras de amor como se estivesse apaixonada
depois levantei daquela cama e o deixei como algo sem valor
como se os seus sentimentos não valessem nada!

Tudo o que me sobrou foi uma ferida aberta
que vai aos poucos sendo costurada por uma linha de solidão
sozinho isolado nesse quarto tendo como companhia uma simples 'coberta'
tendo que refletir e ao mesmo tempo suportar o cheiro do meu caráter em decomposição!
Eric Leite
Enviado por Eric Leite em 16/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários