ERIC LEITE
PALAVRAS DA ALMA DESPIDAS EM VERSOS
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil ContatoContato


SENSIBILIDADE
Eric leite

Meu coração abriu suas asas e saiu á procura de um abraço
a inspiração beijou minha face e me aconselhou a continuar escrevendo
meu olhar se afogou em uma lágrima meu corpo se prostrou ao cansaço
a poesia agora era uma teia que aos poucos eu ia tecendo

Tristezas que outrora me cirandavam como moscas haviam se tornado minhas presas
quando unido aos versos o poeta se torna imune ao seu tormento
transformamos pequenas fraquezas em grandes fortalezas
alma e inspiração unidas convertem aquilo que afligia num nutritivo alimento

Hoje escrevendo eu construi muitas pontes
abracei pessoas que se foram, corações que um dia me amaram e a luz que um dia enxerguei em um olhar
a poesia unida ao poeta abri portais para novos horizontes
mundos onde nem sofrimento e realidade possuem poder para governar!

Meu coração amedrontado saiu em busca de um abraço ao olhar para guerras tão sangrentas
a sensibilidade é uma chave que abre a mente para o que existe de pior
perca de tempo! pra que temer? se nós poetas temos nas mãos todas as ferramentas
para derrubar os muros da realidade e sobre seus destroços construir esperanças por um futuro melhor!





 
Eric Leite (Dreamy Butterfly)
Enviado por Eric Leite (Dreamy Butterfly) em 13/05/2018
Alterado em 13/05/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários