ERIC LEITE
PALAVRAS DA ALMA DESPIDAS EM VERSOS
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil ContatoContato

NADANDO RUMO Á SUPERFÍCIE
Eric leite

Há anos tento alcançar a superfície que mesmo aqui do fundo consigo ver
existe uma corrente presa ao meu pé essa é a razão que ás vezes me faz cansar
estou nadando árduamente, mas dai minhas pernas pesam e o cansaço consegue me vencer
desisto, começo do zero então sou vencido mais uma vez e assim vou me iludindo com a esperança de enfim 'chegar!'

Não sei como vim parar aqui, de repente um dia acordei nessas profundezas nadando
é horrível! é nefasto nadar como se estivesse algo muito pesado preso á mim
posso ver de não muito longe os raios do sol a superfície tocando
é uma busca e um caminho que nunca chegam ao fim!

Hoje resolvi descobri o que me prende aqui! então estupidamente deixei meu corpo afundar
cheguei no fundo e descobri o que havia no final da corrente e não é uma boa notícia que lhe trago
existe uma âncora me prendendo ao solo não há chance alguma de escapar
tudo o que me resta é aceitar essa realidade e a cada dia mais ir me tornando parte desse lago


 
Eric Leite (Dreamy Butterfly)
Enviado por Eric Leite (Dreamy Butterfly) em 05/05/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários