ERIC LEITE
PALAVRAS DA ALMA DESPIDAS EM VERSOS
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário Textos FotosFotos PerfilPerfil ContatoContato


O ESTILO DA MINHA LIBERDADE
Eric leite

Eu comecei a escrever a maneira de como encarar a minha prisão
e a idéia de 'estar preso' é algo que não mais me assola
transformei o amor que sinto pela poesia num par de asas para o meu coração
e ela me transformou num passarinho que se apaixonou por sua gaiola

Rompi as correntes do cárcere agarrado a mão da inspiração
me despi da tristeza, o céu me deu novas vestes e foi escrevendo que pude obtê-las
existem tantas maneiras de se chegar a imensidão
e alado com a poesia me desfaço das algemas e consigo tocar as estrelas!

Meu coração pelo amor pode muito bem esperar! pois quem melhor que eu pode amá-lo?
não quero beijar qualquer lábios e nem me iludir confiando em falsos abraços
não preciso de um príncipe que vem montado num cavalo
para que viver um conto de fadas? se a poesia me leva para voar além da realidade em seus braços!

Muitos dizem que pareço estar num casulo, que minha vida não tem estilo que ela é 'parada'
me repreendem alertando que sou jovem e tenho que usufruir da liberdade, uma liberdade que não me importa
é que para muitos a liberdade é beber aquilo o que quer, festejar, namorar e se acabar numa balada
e eu encontro coisas muito mais prazerosas e porveitosas na poesia, me divirto e festejo sem precisar ir além da minha porta!





 
Eric Leite (Dreamy Butterfly)
Enviado por Eric Leite (Dreamy Butterfly) em 03/05/2018
Alterado em 03/05/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários