ERIC LEITE
MINHAS PROFUNDAS CONFISSÕES
CapaCapa Meu Diário TextosTextos PerfilPerfil ContatoContato
29/07/2017 20h28
SIMPLESMENTE EU

SIMPLESMENTE EU

Sou assim um poeta do amor

              A simplicidade me define

Uma hora sólido como pedra

              Outra hora sensível como flor

Resistente como o aço, frágil como o vidro

              Um arco-íris 

E ao mesmo tempo incolor

               Não quero glória, não quero aplausos

Mas apenas almas que me encarem com AMOR!

                           EIS O MEU VALOR!!!

Eric leite

 


Publicado por Eric Leite em 29/07/2017 às 20h28
Copyright © 2017. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
 
06/03/2016 13h59
QUE BRILHE ETERNAMENTE!

QUE BRILHE ETERNAMENTE!

que a poesia seja o meu céu, meu horizonte aonde eu possa voar sem medo, aonde haja um sol que jamais vai se pôr

será meu caminho, minha luz, meu brilho, minha fonte! aonde recarregarei minhas forças quando preciso for

Que seja meu viver, meu deitar, meu pensar, meu respirar! meu recanto de paz pleno de luz e beleza

será meu abrigo, meu refúgio, meu consolo quando chorar! mãos que afagarão m'alma em tempos de tristeza

Que voe, que reluza, que console e floresça! esse meu dom, esse meu talento abençoado por um DEUS de um amor tão infinito, único e refulgente!

que toda poesia que haja dentro de mim como o amor desse DEUS  fortifique, amanheça, fortique, cresça e QUE BRILHE ETERNAMENTE!

Eric leite da Silva/ EU E MINHA MÃE LINDA!


Publicado por Eric Leite em 06/03/2016 às 13h59
Copyright © 2016. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.



Página 2 de 2 1 2 [«anterior]